Melhores para o Brasil reconhece as organizações com melhor performance na qualidade das relações

Equipe Nortus
23/03/2022

Evento on-line destaca organizações com as melhores práticas na percepção de múltiplos stakeholders

Hoje, dia 23 de março, a partir das 9h30, a Pesquisa Melhores para o Brasil fará o reconhecimento das organizações que se destacaram na 3ª edição do estudo que coletou as percepções de mais de 86 mil respondentes de 300 organizações. O evento Melhores para o Brasil tem por objetivo reconhecer quem está contribuindo positivamente com modelos de negócios inspiradores orientados para uma Nova Economia e Sociedade. As informações e a programação completa do Prêmio Melhores para o Brasil podem ser acessadas no site www.melhoresparaobrasil.com.br.

A pesquisa é cientificamente validada e utiliza o instrumento Conscious Business Assessment (CBA®) que mede o estágio de maturidade e a qualidade das relações que a organização nutre com seus diferentes públicos. O diferencial da avaliação é justamente o fato de considerar a perspectiva de todos os stakeholders (as partes interessadas no sucesso do negócio) e não trabalhar com dados autodeclaratórios. Boa parte das organizações está acostumada com avaliações de Clima e/ou Cultura Organizacional nas quais está envolvido apenas o público interno; nesta pesquisa, diferentemente, são envolvidos de maneira integrada todos os stakeholders de uma organização, como por exemplo, colaboradores, clientes, fornecedores, parceiros e sociedade.

Segundo o coordenador da pesquisa, Pedro Paro, CEO e fundador da Humanizadas, pesquisador de doutorado do Grupo de Gestão de Mudanças da Universidade de São Paulo (USP), a análise dos dados dos múltiplos stakeholders dessas empresas aponta para cinco pontos de inflexão que exercem pressão nas organizações em prol da Nova Economia.

“Destaco a relevância dos Millennials e da Geração Z, que agora passam a provocar mudanças na maneira como as empresas inovam e na forma como respondem às demandas na experiência dos clientes e dos colaboradores. Em termos de investimentos, também podemos ressaltar a busca por modelos e iniciativas orientados a impacto ESG (Environmental, Social and Governance). Essas alterações no comportamento, envolvendo diferentes públicos, revelam uma mudança de hábitos na Economia e, consequentemente, em nossa sociedade. Para algumas empresas, essas mudanças representam grandes riscos ao negócio e, para outras, representam uma série de oportunidades de crescimento; o que vai fazer a diferença é justamente o estágio de maturidade da liderança e da gestão de cada organização. Os resultados da pesquisa comprovam que o fator humano tem uma relevância estratégica de ponta a ponta nas organizações, contrariando conceitos de uma velha economia”, afirma o professor.

Histórico da Pesquisa

A pesquisa e prêmio são organizados pela Humanizadas, empresa de inteligência de dados que movem a Nova Economia, liderada por Pedro Paro, pesquisador de doutorado do Grupo de Gestão de Mudanças e Inovação da Universidade de São Paulo (EESC/USP), e CEO e fundador da Humanizadas. O trabalho tem mentoria do professor Raj Sisodia (Babson College) e orientação do Prof. Dr. Mateus Cecílio Gerolamo (EESC/USP), e conta com a parceria do Instituto Capitalismo Consciente Brasil (ICCB).

A 1ª edição da pesquisa (na época chamada de Pesquisa Empresas Humanizadas) foi realizada em 2019 com 50 organizações escolhidas a partir de um cruzamento de informações de alguns rankings e base de dados. Naquela ocasião, o estudo identificou 22 organizações que se destacaram nos critérios da Humanizadas. A 2ª edição, realizada em 2020, contou com a participação de 226 organizações (pequenas, médias e grandes), com mais de 30 mil respondentes.

Em 2020, a Nortus foi uma das 12 empresas com mais elevado nível de consciência organizacional daquele ano (rating A do Conscious Business Assessment – CBA®). Para a sócia-fundadora da Nortus, Mirian Machado Coden, estaa pesquisa aborda alguns âmbitos que sincronizam com o que a Nortus considera importante em seu desenvolvimento. “Foi super relevante ver com mais clareza alguns espaços de melhoria e também poder ver o quanto já estamos coerentes em nosso desenvolvimento organizacional.”, analisa Mirian.

Em 2022, a Nortus patrocina o evento Melhores para o Brasil. “Reconhecer a jornada que foi feita e os resultados que aconteceram, independentemente de quais foram, faz parte de uma estruturação para ações futuras. A Nortus tem um propósito bastante conectado ao movimento da Humanizadas. Nós nos movimentamos cocriando condições para a ampliação da consciência humana e estarmos presentes como patrocinadores desta edição da pesquisa é uma forma de estarmos juntos com as empresas que também se sintonizam com o que ainda é possível fazer em construção de mais bem-estar, para nós, nossas organizações, sociedade e para o mundo. Estarmos juntos e celebrarmos as conquistas de todas elas, porque sentimos que também são nossas conquistas, pois quantas mais e mais organizações se tornam ainda mais humanizadas, também nos tornamos mais humanizados junto.”, explica Mirian.

Leia também a entrevista que Pedro Paro concedeu à Nortus sobre o que a pesquisa revela sobre as mudanças na economia e cultura organizacional.


Receba nossos conteúdos e fique por dentro de todas as novidades da Nortus